Uma nova era para os resíduos de construção e demolição (RCD)

20-09-2018

Uma nova era para os resíduos de construção e demolição (RCD)

Há uma crescente procura de soluções eficazes para a reciclagem dos resíduos de construção e demolição (RCD). E se essas soluções estiverem bem debaixo do nosso nariz (ou na frente dos nossos olhos)? Muitas vezes bastaria apenas mudar de perspectiva e entender que os RCD não são entulhos inúteis, muito pelo contrário. São um recurso enorme, e não de todo explorado. O modo como são processados exige, portanto um novo ponto de vista.

Um ponto de vista que, se olharmos a nossa volta, é simples e ao alcance de todos.

Qual? A união faz a força!

Cada vez mais as pessoas do mundo inteiro compartilham suas experiências para ajudar os outros a obter melhores resultados. E o mesmo vale para a reciclagem dos resíduos de construção e demolição.

No fundo, é o meio ambiente que se beneficiará de um processo de reciclagem mais simples. O aterro, portanto, não é a solução. Sim, porque a reciclagem dos RCD é simples: primeiro, o material é separado. Depois, é reduzido de volume. A seguir os metais são separados e é obtida a parte fina.

A britagem para a redução volumétrica é considerada uma fase crítica por vários motivos.

E aqui entra em jogo a experiência de quem já encontrou um modo simples e econômico para realizá-la. E compartilha com os outros. Fazendo nascer uma nova era.

E' necessario accettare i marketing-cookies per guardare questo video.

Caso 1

O reforço de aço nas estacas de concreto foi uma inovação sensacional do século 19°. Os vergalhões de aço dão resistência ao concreto armado. O problema é eliminar estas barras de aço assim como todo o entulho em geral que contêm ferro porque a sua eliminação torna-se na maioria das vezes longa e dispendiosa.

Na França, nos Pireneus, o uso combinado de uma caçamba trituradora BF80.3 com separador de metais e uma escavadeira New Holland foi a solução ideal para o problema da eliminação dos dormentes ferroviários acumulados ao longo do tempo.

A caçamba trituradora MB funciona com qualquer marca de escavadora, utilizando o mesmo sistema hidráulico. Permite, portanto processar facilmente o material que até agora era considerado um resíduo difícil de eliminar, transformando-o em uma nova fonte de renda.

A alternativa no mercado dada pela caçamba trituradora de mandíbulas MB representa o modo econômico de separar o concreto do ferro ou de outros metais. Para facilitar a operação de carga, pode-se encher a caçamba com a pinça MB e deixar que as mandíbulas e a gravidade façam o resto.

Em alternativa, um operador experiente pode carregar a caçamba trituradora simplesmente manobrando a escavadeira. Com o separador de metais instalado na caçamba trituradora fica mais fácil separar e recuperar as partes metálicas.

Image

Caso 2

No Brasil, um grande acúmulo de postes elétricos estava depositado como entulho inutilizado dentro de um armazém justamente porque não sabiam como eliminá-lo. Mas com a ajuda da caçamba trituradora BF60.1 acoplada a uma escavadeira Case CX130B, os velhos postes foram transformados em uma fonte de renda: foram triturados fácil e rapidamente e o ferro extraído foi depois revendido.

Uma trituradora tradicional não teria conseguido processar estes postes porque o ferro poderia ter danificado sua dispendiosa correia de transporte.

Quem utiliza uma caçamba trituradora MB tem a oportunidade de ser proativo, acelerando os tempos e mantendo um orçamento competitivo, inclusive para trabalhos mais exigentes.

Outro modo para facilitar a recuperação do material inerte com as trituradoras tradicionais é introduzir na trituradora material uniforme. Isto é obtido simplesmente usando material que já foi processado com a caçamba trituradora e/ou com a caçamba peneira MB.

[...]