Um doce trabalho

18-12-2018

A caçamba trituradora para mini-escavadeiras na reconstrução de uma refinaria de açúcar histórica em Réunion

Réunion é uma ilha vulcânica no arquipélago de Mascarene, no Oceano Índico. E é neste departamento ultramarino francês que encontramos o trabalho mais "doce".

No coração de La Saline, em Belle Vue, há uma histórica usina de açúcar, construída antes de 1874 e considerada o coração econômico da ilha. Em 1969 a fábrica fechou porque não conseguiu lidar com a demanda de produção necessária.

Desde então, o edifício se encheu de vegetação e resíduos, atingindo uma situação degradada. Mas se nada se joga fora e tudo se reutiliza, o mesmo se aplica a esta fábrica também. De fato, a administração da ilha iniciou a recuperação dessa área industrial abandonada há um mês, para transformá-la em uma herança cultural e econômica para a comunidade.

Ainda hoje, de fato, em Réunion, pátria do quase esquecido Galabé, a indústria açucareira cobre uma parte importante da economia e gera mais de 18.300 empregos. Os derivados de seus produtos também desempenham um papel fundamental. A partir da matéria-prima, além do açúcar,se produz rum, eletricidade, fertilizantes e forragem.

Um doce trabalho
Um doce trabalho
Um doce trabalho

Então, nada vem desperdiçado na cana de açúcar. Com a mesma filosofia dos equipamentos MB Crusher, cujo uso promove a reutilização de resíduos, transformando-os em recursos.

E os moradores de Réunion sabem como maximizar todos os recursos disponíveis.

E assim, fizeram o trabalho de limpeza e segurança do histórico moinho de açúcar Belle Vue, onde usaram uma caçamba trituradora MB-C50 montada em uma Kobelco, para britar todo o material inerte retirado da antiga fábrica. A intenção era poder acessar facilmente o edifício para obter uma visão geral do desenvolvimento da área.

Um doce trabalho

Nada foi desperdiçado durante as obras que deram uma segunda vida à histórica usina de açúcar e que fazem parte do projeto de desenvolvimento da cidade de La Saline: a caçamba trituradora reduziu tijolos, concreto armado e pedras a um tamanho ideal para ser reutilizado diretamente no mesmo local de construção. Tudo isso ao lado de escolas públicas e da piscina municipal, sem obstáculos para as atividades das pessoas. Isso porque todos os equipamentos MB são certificados e projetados para reduzir barulho e a poeira, considerando também a redução de emissões e a conservação ambiental.

Relembrar os tempos antigos é gratificante, reutilizar edifícios emblemáticos significa dar valor, cultural e econômico. Sempre mais prefeituras deveriam concentrar seus esforços no desenvolvimento de locais abandonados e fornecer novas riquezas à sua comunidade.

Se isso fosse feito usando as máquinas MB, seria como colocar a cereja no bolo.

Produtos relacionados